Ações europeias sobem com prorrogação de discussões comerciais do Brexit e Astrazeneca cai

As ações europeias subiram nesta segunda-feira, uma vez que a decisão de prorrogar as negociações comerciais entre o Reino Unido e União Europeia mantinha vivas as esperanças de um eventual acordo, mas os ganhos no índice Londres foram limitados pela alta da libra e queda de quase 6% da AstraZeneca. Com os bancos na liderança, [...]

Com os bancos na liderança, o índice STOXX 600 subiu 0,4% após romper uma sequência de ganhos de cinco semanas, encerrando em queda de 1% na semana passada (Imagem: Facebook/Börse Frankfurt) As ações europeias subiram nesta segunda-feira, uma vez que a decisão de prorrogar as negociações comerciais entre o Reino Unido e União Europeia mantinha vivas as esperanças de um eventual acordo, mas os ganhos no índice Londres foram limitados pela alta da libra e queda de quase 6% da AstraZeneca. Com os bancos na liderança, o índice STOXX 600 subiu 0,4% após romper uma sequência de ganhos de cinco semanas, encerrando em queda de 1% na semana passada. O otimismo também surgiu com base nas esperanças de um fim da pandemia da Covid-19, já que os Estados Unidos começaram a imunizar seus cidadãos com a vacina da Pfizer-BioNtech nesta segunda-feira. Isso ocorreu depois de na semana passada o Reino Unido tornar-se o primeiro país ocidental a iniciar a vacinação em massa. O negociador do Brexit para a UE, Michel Barnier, disse que um novo pacto comercial envolvendo cerca de 1 trilhão de dólares no comércio com o Reino Unido, atualmente livre de tarifas e cotas ainda era possível uma vez que líderes de ambos os lados decidiram prorrogar as discussões para além do prazo de domingo. Mas como a pesca nas águas do Reino Unido e a concorrência justa ainda como pontos críticos, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, parecia cético em relação... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!