B2W terá trabalho para sanar gargalhos e se aproximar dos concorrentes

A B2W (BTOW3) tem bastante trabalho para sanar gargalhos das suas empresas e se aproximar dos concorrentes, na visão da Ágora Investimentos. A corretora participou do dia do investidor da companhia e avaliou quais são os desafios que ela deve superar no próximo ano. "A força desses ativos explica, em certa medida, por que os [...]

A corretora participou do dia do investidor da companhia e avaliou quais são os desafios que ela deve superar no próximo ano (Imagem: B2W/Linkedin) A B2W (BTOW3) tem bastante trabalho para sanar gargalhos das suas empresas e se aproximar dos concorrentes, na visão da Ágora Investimentos. A corretora participou do dia do investidor da companhia e avaliou quais são os desafios que ela deve superar no próximo ano. “A força desses ativos explica, em certa medida, por que os investidores estão tentando entender por que o crescimento do GMV na B2W não foi tão forte quanto o de seus pares neste ano. Ao longo do ano, uma de nossas hipóteses é que a entrega não tem sido tão competitiva – não necessariamente em termos de prazos de entrega (a entrega em 24 horas em novembro foi de 46% dos produtos 1P vs. 44% no Magalu) – mas em termos de custo”, afirmou a Ágora. Para os analistas, esse é um ponto que está sendo trabalhado pela administração de forma decisiva. “O fato de a administração ter decidido tornar Americanas Mais gratuito para todos os usuários dos aplicativos parece apoiar essa hipótese (Magalu oferece remessa gratuita por meio de seus aplicativos há vários anos), e a decisão de não cobrar dos vendedores por serviços de atendimento também sugere que há uma lacuna que precisa ser eliminada entre os serviços de remessa 1P – venda direta (que representam uma parte muito maior do GMV de Magalu e Via Varejo) e os tempos de remessa... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!