Blockchain Avalanche anuncia investimento em disputas judiciais via tokenização

O blockchain Avalanche virou lar para um novo tipo de token, criado para permitir que investidores de varejo apliquem capital no resultado de processos judiciais. A chamada “Initial Litigation Offering” ou ILO (“oferta inicial de disputa processual”, em português) é ideia do criador do Avalanche Ava Labs, o escritório de advocacia Roche Cyrulnik Freedman LLP [...]

Você pode ter ouvido falar de ICOs e IEOs, mas agora surgiu uma nova sigla: ILO. Que tal dar entrada em um processo judicial com o novo token do blockchain Avalanche? (Imagem: Medium/Ava Labs) O blockchain Avalanche virou lar para um novo tipo de token, criado para permitir que investidores de varejo apliquem capital no resultado de processos judiciais. A chamada “Initial Litigation Offering” ou ILO (“oferta inicial de disputa processual”, em português) é ideia do criador do Avalanche Ava Labs, o escritório de advocacia Roche Cyrulnik Freedman LLP e a empresa de consultoria Republic Advisory Services. Muitas pessoas não têm fundos para dar entrada em processos judiciais. Assim, o financiamento de disputa judicial permite que investidores cubram os custos de uma petição em troca de uma porção do pagamento, caso a petição seja bem-sucedida. Para a nova ILO no Avalanche, o direito de tal pagamento foi tokenizado e deve ser apresentado como um criptoativo. O que é tokenização de ativos? É claro que investidores correm risco, caso a petição não tenha êxito — da mesma forma que investidores em ofertas iniciais de moeda (ICOs) ou ofertas de financiamento de capital correm o risco de que os emissores desses tokens ou ações não tenham êxito. Em um comunicado de imprensa, Ava Labs destacou o exemplo de LexShares, um grande fundo de disputa judicial, que gerou uma receita média anual de 52% — desconsiderando taxas e despesas —... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!