CCJ aprova Edvaldo Almeida e Engels Muniz para o Conselho Nacional do Ministério Público

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou nesta terça-feira (15) indicações de nomes para o o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Entre os indicados aprovados pela CCJ estão Edvaldo Nilo de Almeida e Engels Augusto Muniz. As respectivas sabatinas e as votações foram realizadas em sessões semipresenciais, e os nomes agora [...]

Edvaldo Nilo de Almeida durante a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) (Imagem: Pedro França/Agência Senado) A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou nesta terça-feira (15) indicações de nomes para o o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Entre os indicados aprovados pela CCJ estão Edvaldo Nilo de Almeida e Engels Augusto Muniz. As respectivas sabatinas e as votações foram realizadas em sessões semipresenciais, e os nomes agora seguem para avaliação dos 81 senadores em Plenário. Edvaldo Nilo de Almeida foi aprovado pela comissão com 15 votos favoráveis a sete contrários. Engels Augusto Muniz obteve na CCJ 15 votos a favor, sete contra e um voto em branco. Essas indicações tramitam no Senado sob a forma dos seguintes ofícios: OFS 10/2020, no caso de Engels, e OFS 11/2020, no caso de Edvaldo. Supersalários Os dois indicados se comprometeram, caso aprovados no Plenário do Senado, a combater supersalários, vantagens indevidas e eventuais tentativas de “drible” ao teto constitucional. O assunto foi abordado pela senadora Leila Barros (PSB-DF), que lembrou a existência de irregularidades, principalmente nos ministérios públicos estaduais. Engels Augusto Muniz disse que tais situações incomodam a todos os brasileiros e que o combate a esses casos deve ser uma luta constante. — E a atuação do conselho tem que ser firme. O CNMP tem que zelar pelo dinheiro publico e cuidar dessas... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!