CEO da mineradora Freeport vê anos de ganhos à frente
Ver mais sobre: Notícias

CEO da mineradora Freeport vê anos de ganhos à frente

Com uma década tumultuada quase para trás e a perspectiva de muitos anos positivos à frente, o CEO da mineradora global Freeport-McMoRan, há muito tempo no comando, tem pouco interesse em se aposentar justo quando mais ganhos estão por vir. “Nossa família da Freeport, nossa equipe da Freeport foram para a batalha juntas”, disse o [...]

Com o preço do cobre próximo da máxima em sete anos e o ouro negociado cerca de 10% abaixo do pico, Adkerson espera aumentar as margens de lucro (Imagem: Site/Freeport) Com uma década tumultuada quase para trás e a perspectiva de muitos anos positivos à frente, o CEO da mineradora global Freeport-McMoRan, há muito tempo no comando, tem pouco interesse em se aposentar justo quando mais ganhos estão por vir. “Nossa família da Freeport, nossa equipe da Freeport foram para a batalha juntas”, disse o diretor-presidente da mineradora, Richard Adkerson, de 73 anos. “Estamos bem próximos de ter o tipo de grande sucesso pelo qual trabalhamos tanto tempo”, afirmou em entrevista por telefone na terça-feira. Esse sucesso será sustentado pelo aumento da produção após um ano turbulento nas minas da empresa. Adkerson espera que os volumes de cobre cresçam 20% e, os de ouro, 70% no próximo ano. A maior produção reduzirá os custos, segundo o executivo. Com o preço do cobre próximo da máxima em sete anos e o ouro negociado cerca de 10% abaixo do pico, Adkerson espera aumentar as margens de lucro. Com esses preços, o produtor diz que está a caminho de dobrar o lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização no próximo ano. Adkerson, que está na Freeport desde 1989 e é CEO desde 2003, ajudou a guiar a maior empresa de cobre de capital aberto do mundo no que ele chama de uma série de “voltas e reviravoltas”. Isso inclui o colapso... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!