Compra da Unesc em Rondônia ajuda Ser Educacional a fincar raízes na região Norte

A compra da Sociedade Educacional de Rondônia (Unesc) pela Ser Educacional (SEER3) por R$ 120 milhões mostra que a empresa está no caminho certo para diversificar o seu portfólio, afirma a Ágora Investimentos em relatório enviado a clientes nesta segunda-feira (14). Ainda segundo os analistas Fred Mendes e Flávia Meireles, a aquisição ajuda a empresa a [...]

Com a aquisição, a empresa chega a 393 cadeiras de medicina ou 493 com a possível aprovação das cadeiras de Vilhena e Ji-Paraná (Imagem: Divulgação/Unesc) A compra da Sociedade Educacional de Rondônia (Unesc) pela Ser Educacional (SEER3) por R$ 120 milhões mostra que a empresa está no caminho certo para diversificar o seu portfólio, afirma a Ágora Investimentos em relatório enviado a clientes nesta segunda-feira (14). Ainda segundo os analistas Fred Mendes e Flávia Meireles, a aquisição ajuda a empresa a solidificar ainda mais sua posição no Norte e Nordeste do Brasil, bem como para expandir seu portfólio de medicina e cursos premium. Com a aquisição, a empresa chega a 393 cadeiras de medicina ou 493 com a possível aprovação das cadeiras de Vilhena e Ji-Paraná. “Olhando apenas para as vagas adquiridas, a empresa teria pago R$ 2,4 milhões EV/vaga, mas destacamos que os outros 2,7 mil alunos também estão matriculados em cursos premium, portanto a aquisição foi feita com uma avaliação mais atrativa”, argumentam. A aquisição A compra ocorreu por meio da subsidiária Cenesup, que pagará 70 milhões de reais à vista, na data de fechamento da operação, e 50 milhões de reais em quatro parcelas anuais sucessivas, corrigidas pelo IPCA. A Unesc é mantenedora da Faculdade de Educação e Cultura de Porto Velho, da Faculdade de Educação e Cultura de Vilhena, da Faculdades Integradas de Cacoale e da Faculdade de Educação e... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!