Embarque de milho do Brasil salta em dezembro; terá queda de 17% em 2020, diz Anec

A exportação de milho do Brasil deverá alcançar 4,46 milhões de toneladas em dezembro, estimou nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), o representaria um aumento de 53% ante o mesmo mês de 2019. A previsão para dezembro, com base em volumes embarcados e na programação dos navios, ficou maior do que [...]

Apesar de uma safra recorde em 2019/20 e câmbio favorável a embarques (Imagem: REUTERS/Henry Romero) A exportação de milho do Brasil deverá alcançar 4,46 milhões de toneladas em dezembro, estimou nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), o representaria um aumento de 53% ante o mesmo mês de 2019. A previsão para dezembro, com base em volumes embarcados e na programação dos navios, ficou maior do que a apontada na semana passada pela Anec para este mês (2,9 milhões de toneladas). Caso se confirme este volume de dezembro, o país fecharia o ano com exportações de 34 milhões de toneladas, ante recorde de 41,2 milhões registrados em 2019, segundo dados da Anec. Apesar de uma safra recorde em 2019/20 e câmbio favorável a embarques, o Brasil contou com uma demanda forte por milho da indústria doméstica de carnes. Já a exportação de soja do Brasil deve alcançar cerca de 89 mil toneladas em dezembro, ante 93 mil na previsão da semana passada. No mesmo mês do ano passado, o país exportou 2,5 milhões de toneladas. A queda acentuada nos embarques ocorre em ano em que as exportações do maior “player” global de soja foram muito concentradas em meses anteriores, e também diante de uma forte demanda da indústria processadora, o que reduziu os estoques finais a patamares mínimos. Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!