Fed será testado em 2021 à medida que vacinas impulsionam perspectivas econômicas dos EUA

Se 2020 foi o ano em que o Federal Reserve revisou seu plano de jogo para apoiar a economia dos Estados Unidos, 2021 será o ano em que sua nova abordagem será testada, caso uma vacina contra o coronavírus forneça o impulso que muitos analistas esperam. Em sua última reunião de política do ano esta [...]

Em sua última reunião de política do ano esta semana, o banco central dos EUA deve manter sua principal taxa de juros ‘overnight’ fixada perto de zero (Imagem: REUTERS/Kevin Lamarque) Se 2020 foi o ano em que o Federal Reserve revisou seu plano de jogo para apoiar a economia dos Estados Unidos, 2021 será o ano em que sua nova abordagem será testada, caso uma vacina contra o coronavírus forneça o impulso que muitos analistas esperam. Em sua última reunião de política do ano esta semana, o banco central dos EUA deve manter sua principal taxa de juros ‘overnight’ fixada perto de zero e sinalizar que ela permanecerá nesse patamar nos próximos anos. Muitos analistas também esperam novas orientações sobre por quanto tempo o Fed manterá seu maciço programa de compra de títulos. A política monetária super flexível faz parte de uma estratégia de longo prazo que o Fed adotou em agosto para ajudá-lo a navegar em um mundo de juros persistentemente baixos que limita as opções do banco para combater desacelerações e dificulta o cumprimento de sua meta de inflação de 2%. A ideia é neutralizar qualquer obstáculo prejudicial aos preços, deixando a economia aquecer mais do que no passado. O Fed agora planeja manter os juros perto de zero até que a economia alcance o pleno emprego e a inflação chegue ao patamar de 2% e esteja a caminho de superá-lo. Retomar essa promessa ousada esta semana não parecerá fora de lugar em meio ao aumento... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!