Georgieva diz que 62% dos empréstimos em alívio à Covid-19 foram para a América Latina

Uma fatia de 62% dos empréstimos do Fundo Monetário Internacional (FMI) como resposta à pandemia de coronavírus foi direcionada para 21 países da América Latina, já que a região foi duramente impactada pela crise sanitária, afirmou nesta terça-feira a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva. Em um painel organizado pela Americas Society/Council of the Americas, Georgieva [...]

Georgieva afirmou que o Fundo possui bastante poder de fogo para conceder empréstimos (Imagem: REUTERS/Mike Theiler) Uma fatia de 62% dos empréstimos do Fundo Monetário Internacional (FMI) como resposta à pandemia de coronavírus foi direcionada para 21 países da América Latina, já que a região foi duramente impactada pela crise sanitária, afirmou nesta terça-feira a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva. Em um painel organizado pela Americas Society/Council of the Americas, Georgieva afirmou que o Fundo possui bastante poder de fogo para conceder empréstimos e iria se concentrar em auxiliar países da região a “migrar para uma economia mais verde, digital e mais justa”. Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!