IGP-M desacelera alta a 1,18% em dezembro com arrefecimento do atacado, diz FGV
Ver mais sobre: Notícias

IGP-M desacelera alta a 1,18% em dezembro com arrefecimento do atacado, diz FGV

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) desacelerou a alta a 1,18% na segunda prévia de dezembro, depois de subir 3,05% no mesmo período do mês anterior, refletindo o arrefecimento da inflação ao produtor, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60% do índice [...]

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou na segunda prévia de dezembro alta de 1,20%, desacelerando ante o avanço de 1,38% registrado em novembro (Imagem: Pixabay) O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) desacelerou a alta a 1,18% na segunda prévia de dezembro, depois de subir 3,05% no mesmo período do mês anterior, refletindo o arrefecimento da inflação ao produtor, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60% do índice geral, passou a subir 1,17% no período, depois de uma alta de 3,98% no segundo decêndio de novembro. As Matérias-Primas Brutas foram as principais responsáveis por esse resultado, uma vez que passaram de alta de 5,22% em novembro para queda de 0,32% na segunda leitura deste mês. Segundo André Braz, coordenador dos índices de preços, a soja e o milho tiveram o maior peso sobre esse resultado. Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% no índice geral, mostrou maior pressão ao acelerar a alta a 1,23% na segunda prévia de dezembro, de 0,51% no mês anterior. O destaque entre os componentes do IPC foi o grupo Educação, Leitura e Recreação, que acelerou a alta de 0,20% para 3,91% na segunda leitura de dezembro, refletindo uma disparada nos preços das passagens aéreas. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou na segunda prévia de dezembro alta de 1,20%, desacelerando ante o... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!