Impostos menores para ricos trazem poucos benefícios, diz estudo
Ver mais sobre: Notícias

Impostos menores para ricos trazem poucos benefícios, diz estudo

Cortes de impostos para os ricos geram desigualdade sem propiciar muitos benefícios à sociedade, segundo um estudo sobre países desenvolvidos que aplicaram a medida. A pesquisa poderia contribuir para o argumento de que os abastados devem arcar com um custo maior da pandemia de coronavírus. O estudo, conduzido por David Hope, da London School of [...]

Os autores aplicaram uma análise que reuniu uma série de impostos sobre renda, capital e ativos em 18 países da OCDE, incluindo EUA e Reino Unido, nos últimos 50 anos (Imagem: Unsplash/@marimartin) Cortes de impostos para os ricos geram desigualdade sem propiciar muitos benefícios à sociedade, segundo um estudo sobre países desenvolvidos que aplicaram a medida. A pesquisa poderia contribuir para o argumento de que os abastados devem arcar com um custo maior da pandemia de coronavírus. O estudo, conduzido por David Hope, da London School of Economics, e Julian Limberg, do King’s College London, revelou que tais medidas nos últimos 50 anos apenas beneficiaram de fato indivíduos que foram diretamente atingidos e pouco fizeram para promover empregos ou crescimento. “Formuladores de políticas não devem se preocupar com o fato de que o aumento de impostos para os ricos para financiar custos financeiros da pandemia prejudicará as economias”, disse Hope em entrevista. A notícia será bem recebida pelo ministro das Finanças do Reino Unido, Rishi Sunak, cujas esperanças de recuperar as contas públicas do país abaladas pelo coronavírus podem se apoiar em sua capacidade de aumentar impostos, possivelmente sobre ganhos de capital – um imposto que pode impactar desproporcionalmente indivíduos de maior renda. Também indicaria que a economia poderia resistir a um imposto único de 5% sobre o patrimônio sugerido para o Reino Unido na semana... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!