Line-up dos portos praticamente garante os embarques projetados do milho em 2020

Pelo line-up para o milho da sexta-feira (11) nos portos brasileiros, praticamente se consolida a projeção acima de 33 milhões de toneladas em exportações no ano. Entre embarcações carregando, atracadas ao largo e as que estão chegando, dão quase 3 milhões/t. Nas contas da Germinar Corretora de Mercadorias, arredondando, se chega a 33,5 milhões/t, considerando [...]

Milho garante projeções de exportações menores que em 2019 (Imagem: Divulgação/Tegram) Pelo line-up para o milho da sexta-feira (11) nos portos brasileiros, praticamente se consolida a projeção acima de 33 milhões de toneladas em exportações no ano. Entre embarcações carregando, atracadas ao largo e as que estão chegando, dão quase 3 milhões/t. Nas contas da Germinar Corretora de Mercadorias, arredondando, se chega a 33,5 milhões/t, considerando os embarques de fevereiro e novembro, de 28,5 milhões, mais os 2 milhões que saíram dos portos este mês, até agora. Em 2019 foram contratadas internacionalmente 44,9 milhões/t. “Considerando a ano agrícola de fevereiro a janeiro próximo, acreditamos entre 34 e 34,5 milhões/t exportadas”, diz Roberto Carlos Rafael, CEO da empresa de corretagem e análise de mercado. Santos é o porto com mais navios nomeados, com capacidade somada de 1,417 milhão/t, seguido de Itacoatiara (AM), 422 mil e Paranaguá (PR), na casa de 416 mil. Na lista levantada pela Germinar ainda entram os terminais de São Francisco do Sul e Imbituba, em Santa Catarina, os dois do Pará, Barcarena e Santarém, e o maranhense de Itaqui. Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!