Oi despenca 9,6%, Vivo cai 2,4% e TIM fecha em leve alta após leilão por ativos móveis

As ações das empresas das teles tiveram reações diferentes após a Reuters informar que a TIM (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Claro levaram os ativos móveis da Oi por R$ 16,5 bilhões. Assim, as ações preferenciais da Oi (OIBR4) despencaram 9,69%, a R$ 3,17, enquanto os papéis ordinários (OIBR3) caíram 6,78%, a R$ 2,20. A Vivo [...]

A Oi, que fez um dos maiores pedidos de recuperação judicial da história do país em 2016, está vendendo ativos para pagar credores (Imagem: REUTERS/Sergio Moraes) As ações das empresas das teles tiveram reações diferentes após a Reuters informar que a TIM (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Claro levaram os ativos móveis da Oi por R$ 16,5 bilhões. Assim, as ações preferenciais da Oi (OIBR4) despencaram 9,69%, a R$ 3,17, enquanto os papéis ordinários (OIBR3) caíram 6,78%, a R$ 2,20. A Vivo também seguiu a toada e fechou em queda de 2,47%, a R$ 45,89. Por outro lado, a TIM, que deve levar a maior parte da Oi, subiu 0,48%, negociada R$ 14,61. O trio, que havia apresentado a proposta em julho, planeja dividir os ativos de telefonia celular da Oi assim que receberem aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A Oi, que fez um dos maiores pedidos de recuperação judicial da história do país em 2016, está vendendo ativos para pagar credores. O grupo foi o único a disputar o leilão, de acordo com os comunicados. As empresas disseram que o preço-base ficou em 15,74 bilhões de reais, sendo outros 756 milhões de reais para financiar os chamados “serviços de transição”, que a Oi realizará em 202 para facilitar a transferência de ativos. A TIM Participações vai pagar cerca de 7,3 bilhões de reais do preço base e outros 476 milhões de reais pelos serviços de transição, informou a empresa. A Vivo vai pagar cerca de 5,5... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!