Por que a TIM é a grande vencedora na compra da Oi Móvel

O passo mais importante da recuperação judicial da Oi (OIBR3) foi dado ontem (14), com a venda da operação de telefonia móvel para o consórcio formado por suas rivais TIM (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Claro por R$ 16,5 bilhões. Mas, para o mercado, a grande vencedora do dia é a TIM. É verdade que a [...]

Encurtando a distância: ativos da Oi ajudarão TIM a encostar na Vivo e na Claro (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times) O passo mais importante da recuperação judicial da Oi (OIBR3) foi dado ontem (14), com a venda da operação de telefonia móvel para o consórcio formado por suas rivais TIM (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Claro por R$ 16,5 bilhões. Mas, para o mercado, a grande vencedora do dia é a TIM. É verdade que a empresa pagará a maior parte da aquisição (R$ 7,8 bilhões, ou cerca de 45% do total), mas a recompensa está à altura. “A TIM será a companhia mais beneficiada pela consolidação do mercado de telefonia móvel, devido à relevância do negócio de celulares nos seus resultados consolidados”, afirma o Banco Safra, em relatório assinado por Luis Azevedo e Silvio Dória. Como a Oi Móvel será dividida entre as vencedoras do leilão de venda TIM Vivo Claro Clientes 14,5 milhões 10,5 milhões 11,2 milhões Espectro 54% do total 46% do total não terá direito Infraestrutura 7,2 mil pontos de acesso 2,7 mil pontos de acesso 4,6 mil pontos de acesso Preço-base R$ 7,3 bilhões R$ 5,5 bilhões R$ 2,9 bilhões Fonte: Safra A dupla explica que mais de 94% de sua receita consolidada provém da telefonia móvel, enquanto, na Vivo, esse percentual é de 65%. Considerando-se que a Oi Móvel gera uma receita anual de R$ 7,2 bilhões, a TIM acrescentará R$ 2,9 bilhões ao seu faturamento, o que equivale a 17% de sua receita líquida... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!