S&P 500 encerra em queda; ações da Disney pesam

O S&P 500 encerrou em queda nesta segunda-feira após o início da distribuição de uma campanha de vacina contra a Covid-19 nos Estados Unidos, enquanto a Alexion Pharmaceuticals teve forte alta com a oferta de compra de 39 bilhões de dólares da AstraZeneca, em um dos maiores negócios do ano. O Dow Jones atingiu uma [...]

A sequência de quatro dias de queda do índice foi a mais longa desde 21 de setembro (Imagem: Reuters/Lucas Jackson) O S&P 500 encerrou em queda nesta segunda-feira após o início da distribuição de uma campanha de vacina contra a Covid-19 nos Estados Unidos, enquanto a Alexion Pharmaceuticals teve forte alta com a oferta de compra de 39 bilhões de dólares da AstraZeneca, em um dos maiores negócios do ano. O Dow Jones atingiu uma máxima recorde antes de encerrar em baixa, pressionado por papéis da Walt Disney (DIS). As autoridades dos Estados Unidos começaram a aplicar a vacina desenvolvida pela Pfizer juntamente com sua parceira farmacêutica alemã BioNTech nesta segunda-feira após a aprovação do uso emergencial pelos reguladores federais na semana passada. As ações da Disney, com queda de 3,65%, e da Pfizer, com recuo de quase 5%, foram as que mais pesaram no S&P 500. A sequência de quatro dias de queda do índice foi a mais longa desde 21 de setembro. O índice de consumo discricionário do S&P 500 foi o que mais ganhou entre os segmentos, com alta de 1%, impulsionado por um aumento dos papéis da Amazon, com alta de 1,4%. O índice de energia caiu mais de 3%. O S&P 500 desfez-se de ganhos de mais cedo de quase 1%. O índice sobe cerca de 13% no ano, tendo alcançado novas máximas em 2020, apesar da pandemia que causou um forte impacto econômico e vitimou mais de um milhão de pessoas. “Embora todo o mercado esteja... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!