Taurus (TASA4), Oi (OIBR3) e Ultrapar (UGPA3) são as empresas em foco nesta terça-feira

Taurus (TASA4), Oi (OIBR3) e Ultrapar (UGPA3) são as empresas que devem mexer com o mercado nesta terça-feira.

Os holofotes do mercado estão voltados nesta terça-feira, 15, para a fabricante Taurus, que pode ser beneficiada por decisão judicial sobre o imposto de importação. Também se destacam o leilão da Oi, finalizado na véspera, e os planos da Ultrapar de vender ativos. Taurus (TASA4) O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem, 14, suspender em caráter liminar a resolução do Governo Federal que retirava a taxa de importação de revólveres e pistolas, decisão que pode impactar as ações da fabricante Taurus (TASA4). Empresas do setor, como a Taurus, argumentavam que a resolução gerava ainda mais assimetria em favor das produtoras estrangeiras, já que os impostos sobre fábricas nacionais seriam mantidos. Isso, segundo elas, deixaria a concorrência injusta. Ultrapar (UGPA3) Outro destaque do dia é a Ultrapar (UGPA3), que comunicou ao mercado na véspera que está analisando vender a empresa química Oxiteno. A companhia disse que sua prioridade de aporte de dinheiro nos próximos anos é de oportunidades no setor de óleo e gás brasileiro. A Ultrapar já está inserida na cadeia de óleo e gás no Brasil por meio de três empresas, que oferecem ao grupo vantagens do ponto de vista da competição. Oi (OIBR3;OIBR4) Hoje também é dia de repercutir os desdobramentos do leilão de ativos móveis da Oi (OIBR3;OIBR4), realizado na segunda-feira. A TIM (TIMS3) ficará com a maior parte dos ativos, tendo que pagar cerca de R$ 7,3 bilhões, o que corresponde a 44%... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!