Trafalgar recruta novo chefe de ações e mais quatro após saídas

A Trafalgar Investimentos contratou cinco novos executivos, incluindo um novo chefe para renda variável, em substituição ao grupo que saiu recentemente para criar uma nova gestora. Igor Lima será o novo responsável por bolsa na gestora, disse o presidente da Trafalgar, Paulo Corchaki, em entrevista. Lima veio da Galt Capital, uma gestora fundada por membros [...]

A Trafalgar foi criada em 2017 e tem cerca de R$ 4 bilhões de sob gestã (Imagem: Site/Trafalgar) A Trafalgar Investimentos contratou cinco novos executivos, incluindo um novo chefe para renda variável, em substituição ao grupo que saiu recentemente para criar uma nova gestora. Igor Lima será o novo responsável por bolsa na gestora, disse o presidente da Trafalgar, Paulo Corchaki, em entrevista. Lima veio da Galt Capital, uma gestora fundada por membros da família Klabin, e trouxe outros dois analistas que eram de sua equipe com ele, Leonardo Metsavaht, responsável pelos setores de consumo e varejo, e Lucas Werner, especialista nos setores de commodities e de saúde. “Entendemos que, do ponto de vista estratégico, faz mais sentido ter um foco maior na estrutura e no time de empresas de agora em diante e deixar a parte de multimercado”, disse Corchaki. A gestora terá três principais frentes: fundos focados em ações, fundos de crédito e pesquisa, afirmou. A Trafalgar também contratou Guilherme Maia, ex-Banco Votorantim, como economista responsável pela cobertura da América Latina fora do Brasil, e Clovis Prince, como gestor de porfólios. A Trafalgar foi criada em 2017 e tem cerca de R$ 4 bilhões de sob gestão, segundo Corchaki. Recentemente, a gestora perdeu dois sócios importantes, Roberto Chagas e Ettore Marchetti, que levaram parte da equipe para criar uma nova gestora em parceria com a EQI. As contratações sinalizam o quão... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!