Zona do Euro tem desempenho melhor que o esperado em dezembro, mas ainda encolhe

A economia da zona do euro teve um desempenho muito melhor do que o esperado neste mês, embora ainda tenha contraído ligeiramente, uma vez que a segunda onda de infecções por coronavírus e novas restrições tiveram menos impacto do que anteriormente no ano, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em [...]

O PMI do setor de serviços subiu a 47,3 de 41,7, superando todas as expectativas em pesquisa da Reuters, cuja mediana era de 41,9 (Imagem: Pixabay) A economia da zona do euro teve um desempenho muito melhor do que o esperado neste mês, embora ainda tenha contraído ligeiramente, uma vez que a segunda onda de infecções por coronavírus e novas restrições tiveram menos impacto do que anteriormente no ano, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês). A indústria informou forte crescimento, alimentado pelo aumento das exportações e desempenho robusto da Alemanha, mas o setor de serviços permaneceu em queda em meio ao distanciamento social. O PMI Composto preliminar do IHS Markit subiu a 49,8 em dezembro de 45,3 em novembro, pouco abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração. Pesquisa da Reuters apontava aumento muito menor para 45,8. “Os dados indicam que a economia está perto de se estabilizar depois de ter despencado fortemente em novembro em meio às renovadas medidas de lockdown pela Covid-19”, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit. “A contração do quarto trimestre consequentemente parece bem menos intensa do que o impacto da pandemia visto mais cedo neste ano.” Pesquisa da Reuters neste mês projetou que a economia vai contrair 2,6% neste trimestre. O PMI do setor de serviços subiu a 47,3 de 41,7, superando todas as expectativas em pesquisa da Reuters, cuja mediana era de... Acessar conteúdo completo

Receba nossas novidades em seu e-mail!