Governo federal libera recursos para Petrópolis e Paraty

Tempestades e deslizamentos de terra mataram 241 pessoas em Petrópolis em fevereiro e março. O paradeiro dos três ainda é desconhecido. Em Paraty, sete membros de uma família morreram.

O Ministério do Desenvolvimento Regional autorizou hoje (12) o repasse de mais de R$ 1,5 milhão para Petrópolis, na serra fluminense, para operações de defesa civil. Dois decretos foram publicados no Diário Oficial da União: um de R$ 1.185.237,11 e outro de R$ 319.159. Paraty também foi beneficiada com o repasse de R$ 563.581,60 para recuperação de vias públicas. Petrópolis foi atingida por tempestades em fevereiro e março deste ano, matando 241 pessoas e deixando três desaparecidos. As chuvas de fevereiro são consideradas o maior desastre natural da história da cidade. Eles causaram mais de 7.500 deslizamentos de terra. Dados divulgados pela prefeitura de Petrópolis ontem (11) mostraram que ainda havia 173 pessoas em abrigos municipais. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, desde fevereiro, com novos recursos, o valor total dos repasses federais para Petrópolis é de cerca de 8,2 milhões de reais.

Em Paraty, entre a noite de 1º de abril e a madrugada de 2 de abril, a chuva provocou um deslizamento de terra que matou sete pessoas de uma família. Após sua libertação hoje, Paraty recebeu um total de quase 2 reais, 5 milhões em transferências federais. Por conta da chuva, a Rodovia Rio Santos (BR-101) ainda tem 1 ponto de bloqueio total e 5 pontos de bloqueio parcial na cidade. A conexão com Ubatuba também é afetada pela rodovia, com vários bloqueios parciais. Artigo e título alterados às 10h44 para acrescentar informações sobre o valor liberado por Paraty e Petrópolis. Editor: Kleber Sampaio
Governo federal libera recursos para Petrópolis e Paraty

Receba nossas novidades em seu e-mail!